Últimos Artigos

19/08/2019 12:03:07

Redução de IPTU para quem cuida do ambiente poderá integrar Constituição

Leia na Íntegra…

19/08/2019 11:40:32

Receita altera regras relativas à obrigatoriedade de entrega da DCTFWeb

Leia na Íntegra…

19/08/2019 11:38:58

Medida provisória sobre publicações das S.A. pode criar insegurança jurídica

Leia na Íntegra…

19/08/2019 11:37:28

ICMS sobre software por download é matéria legal e não constitucional

Leia na Íntegra…

19/08/2019 11:35:00

Plano de saúde deve fornecer medicamento importado, diz TJ-SP

Leia na Íntegra…

15/08/2019 12:08:28

Câmara aprova texto-base da MP da Liberdade Econômica

Leia na Íntegra…

13/08/2019 14:45:02

REFORMA TRABALHISTA: TST valida cláusula que prevê homologação de demissão por sindicato

Leia na Íntegra…

12/08/2019 10:12:13

MP permite que balanços de empresas sejam publicados apenas na internet

Leia na Íntegra…

07/08/2019 10:24:27

Primeira Turma nega extensão da imunidade tributária para ocupante de imóvel público

Leia na Íntegra…

05/08/2019 17:24:30

Como fazer uma auditoria financeira da minha empresa?

Leia na Íntegra…

Utilidade Pública

04/04/2019

Tt

Leia na Íntegra…

28/08/2008

Lista de remédios com seus genéricos e similares

Leia na Íntegra…

Localização

Rua Martiniano de Carvalho,
864 - 11º andar - Cj 1104
São Paulo - SP - 01321-001

Telefones

(55-011) 3284-3276
(55-011) 3284-1167
(55-011) 3287-3940

Administração

Boletim On-Line

Termina nesta segunda prazo para retorno de Pequenas Empresas ao Simples

O prazo para que as micro e pequenas empresas (MPE) excluídas do Simples Nacional solicitem retorno ao sistema termina nesta segunda-feira (15). A orientação consta da Resolução nº 146, do Comitê Gestor do Simples Nacional, da Receita Federal.

O Simples Nacional é regime tributário diferenciado, que reúne, em um único documento de arrecadação, os principais tributos federais, estaduais, municipais e previdenciários devidos às MPEs.

Conforme detalha a resolução, a possibilidade de retorno se aplica a negócios de pequeno porte que tenham sido retirados do sistema em 1º de janeiro de 2018. A outra condição é de que tenham aderido ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN). É necessário ainda que a MPE não apresente nenhuma das restrições previstas na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

De acordo com a lei, não podem aderir ao Simples Nacional, por exemplo, empreendimentos que trabalhem com importação ou fabricação de automóveis e motocicletas. Atacadistas de cigarros, armas de fogo, pólvoras e explosivos também entram na categoria daqueles que não estão habilitados à inscrição.

Foi publicada em 03 de julho de 2019 a Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) nº 146, de 26 de junho de 2019, que regulamentou a possibilidade de as empresas excluídas do Simples Nacional em 1º de janeiro de 2018 poderem realizar nova opção por esse regime. A nova opção foi autorizada de forma extraordinária pela Lei Complementar nº 168, publicada em 12 de junho de 2019.

FONTE:  https://aplicacao.aasp.org.br/aasp/imprensa/clipping/cli_noticia.asp?idnot=29547

 Envie este artigo para alguém conhecido


VÍDEOS


Voltar